Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sabores da minha cozinha

My kitchen Blog

Sabores da minha cozinha

My kitchen Blog

28
Fev18

Arroz negro

Margarida

IMGP6994-Arroz negro.JPG

Aioli um molho característico dos países mediterrâneos, constituído tradicionalmente por alho e azeite.

Muito semelhante a uma maionese caseira, tanto na forma da sua preparação, como na da sua textura, visto ser uma emulsão de vários ingredientes, embora se permitindo a combinações variáveis.

O arroz negro que provamos na Galiza foi confecionado com a tinta do choco, daí o seu nome, e fez-se acompanhar pelo molho aioli. Segundo informação local e fazendo este parte da cultura gastronómica mediterrânica, casa deliciosamente com arroz, peixes, mariscos, carnes e legumes.

Bom apetite!!

IMGP6989-Arroz negro-Blog.JPG

Ingredientes

1 cebola média

2 dentes de alho

azeite q.b.

1 lata média de tomate em pedaços

1 colher (sopa) pimentão doce

1 kg de chocos (usei lulas)

tinta de choco (usei 2 embalagens de 4g/cada)

1 ½ chávenas de arroz de grão longo

4 ½ chávenas de caldo de peixe (1 lt)

1 embalagem de miolo de camarão (250g)

sal q.b.

salsa picada q.b.

 

 

p/ molho aioli

1 geme de ovo

1 alho s/gérmen

1 colher (sopa) de sumo de limão

sal & pimenta q.b.

azeite ou óleo vegetal

 

Preparação

Para o molho aioli: introduza no copo da varinha mágica os seguintes ingredientes: a gema do ovo, o alho e o sumo de limão, triture bem com a varinha mágica. Comece por adicionar o azeite, em fio, movimentando a varinha mágica de baixo para cima e depois no sentido inverso, sem parar. O molho estará pronto quando atingir uma espessura firme e cremosa.

Para o arroz: num tacho de barro, verta um fio de azeite e faça um refogado com a cebola e o alho picados. Adicione o tomate em pedaços e deixe refogar alguns minutos. De seguida, acrescente o pimentão-doce e deixe refogar mais um pouco, cerca de 5-10 minutos, em lume médio, mexendo sempre até evaporar um pouco o líquido que se formou.

Entretanto, corte as lulas ou os chocos em dados, caso utilize choquinhos pequenos poderá deixá-los inteiros, e acrescente. Envolva bem e adicione a tinta do choco dissolvido em um pouco do caldo de peixe, misture bem e deixe cozinhar cerca de 15-20 minutos, em lume médio.

De seguida, adicione o arroz, envolva bem e deixe cozinhar um pouco, sem deixar de mexer, durante 4-5 minutos. Acrescente o restante caldo de peixe, misture bem, deixe levantar fervura e deixe cozinhar, durante 15 minutos, com o tacho tapado, em lume brando.

Oito minutos antes de terminar o tempo, acrescente o miolo de camarão e deixe cozinhar com o tacho tapado, o restante tempo.

Retifique o sal, tendo em conta que o caldo de peixe já possui sal.

Sirva o arroz negro acompanhado do molho aioli, a gosto.

IMGP6992-Arroz negro-Blog.JPG

IMGP6993-Arroz negro-Blog.JPG

Informação: tempo de preparação- longo; dificuldade- média; doses- 6.

Fonte: receita adaptada de arròs negre

 

10
Jan18

Cantaril no forno em cama de cebola

Margarida

IMGP6878-Cantaril no forno-Blog.JPG

O cantaril é um peixe de sabor suave, carne banca, rija e húmida, que resulta muito bem quando grelhado ou assado inteiro no forno.

Encontramos este peixe facilmente nas peixarias, fica ótimo assado no forno, acompanhado com batatas assadas e uma salada.

Bom apetite!!

IMGP6876-Cantaril no forno-Blog.JPG

 

Ingredientes

p/ cama de cebola

2 cebolas médias às rodelas

3 dentes de alho às rodelas

1 colher (sopa) de colorau

sal & pimenta q.b.

 

1 Cantaril

2 fatias de bacon fumado

1 molho de salsa

2-3 hastes de tomilho

½ copo de vinho branco

azeite 3 Castelos q.b.

 

Preparação

Num tabuleiro de ir ao forno faça uma cama: disponha as cebolas e os alhos cortados às rodelas, adicione o colorau e tempere com um pouco de sal e pimenta. Regue com um fio de azeite e envolva.

Por cima, disponha o Cantaril, devidamente amanhado e com dois cortes laterais. Nos cortes laterais coloque as fatias de bacon. Nas cavidades, introduza o molhinho de salsa e disponha as folhinhas de tomilho por cima.

Tempere com um pouco de sal e pimenta, regue com um fio de azeite e disponha o vinho à volta, sobre a mistura das cebolas.

Deixe repousar durante 30 minutos.

Entretanto, aqueça o forno a 180°.

Leve o peixe ao forno, deixe assar durante 40 minutos.

Sirva com salada e batatinhas assadas.

IMGP6881-Cantaril no forno-Blog.JPG

IMGP6882-Cantaril no forno-Blog.JPG

 

Informação: tempo de preparação- 60 minutos; dificuldade- fácil; doses-4.

 

21
Dez17

Polvo da consoada

Margarida

IMGP6837-Polvo da consoada-Blog.JPG

Na nossa noite da consoada o polvo também é rei, ficando lado a lado com o bacalhau da consoada, é uma tradição nortenha que tem percorrido gerações e que alguns familiares presentes não dispensam.

Partilho convosco o nosso polvo da consoada preparado à nossa moda, uma receita muito simples, mas bastante agradável.

A todos, boa consoada com receitas felizes.

IMGP6842-Polvo da consoada-Blog.JPG

Ingredientes

1 kg de batatas pequenas

1 polvo médio

1 cebola média

1 couve coração ou couve portuguesa

4 dentes de alho

1 molhinho de coentros

azeite 3 Castelos q.b.

sal e pimenta q.b.

 

Preparação

Num tabuleiro de forno, disponha as batatinhas e leve-as a assar ao forno, previamente aquecido a 200º, cerca de 45 minutos.

Entretanto, coza o polvo na panela de pressão, de acordo com as indicações da panela, com um pouco de água, sal e uma cebola.

Num tacho, coza a couve coração, cortada em tiras, com água e sal, durante 15 minutos. Retire e escorra a água.

De seguida, verta um fio de azeite numa frigideira larga e introduza os alhos e os coentros picados, deixe refogar cerca de 2-3 minutos. Adicione a couve escorrida, tempere com pimenta e salteie durante 6-7 minutos.

Quando as batatinhas estiverem prontas, retire do forno e dê um murro em cada uma. Coloque-as num pirex, tempere com sal, disponha a couve salteada por cima e de seguida o polvo cozido, cortado em troços.

Leve o pirex ao forno, previamente aquecido a 200º, cerca de 20 minutos.

Sirva de imediato com coentros picados.

IMGP6843-Polvo da consoada-Blog.JPG

IMGP6848-Polvo da consoada-Blog.JPG

Informação: tempo de preparação- 1h30; dificuldade- fácil; doses- 6.

 

09
Jun17

Bacalhau no forno

Margarida

IMGP6363-Bacalhau no forno-Blog.JPG

Nós por cá adoramos bacalhau! E vocês são apreciadores deste fiel amigo?

Diz o meu filho: mas isso parece o Bacalhau com natas que fazes. Podia ser, porque fica igualmente delicioso, mas não é. Esta receita não leva natas, leva um pouco de salsa picada, queijo ralado e por fim vai gratinar ao forno.

Uma receita de bacalhau bem cremosa e saborosa.

Bom apetite!!

IMGP6360-Bacalhau no forno-Blog.JPG

Ingredientes

500 g de bacalhau

1 folha de louro

2 dente de alho

1 cebola grande

azeite 3 Castelos q.b.

2 colheres de sopa de amido de milho Maizena

500 g de leite

3 batatas para fritar

óleo para fritar

sal & pimenta q.b.

noz moscada q.b.

salsa picada q.b.

queijo parmesão ralado q.b.

 

Preparação

Comece por cozer o bacalhau, num tacho com água, uma folha de louro e um dente de alho com a casca. Deixe cozer cerca de 10 minutos.

Retire o bacalhau, deixe arrefecer e limpe-o de peles e espinhas. Desfaça-o em lascas e reserve.

Entretanto, corte a cebola em meias luas fininhas e coloque num tacho juntamente com um alho picado. Regue com um fio de azeite e deixe cozinhar até a cebola amolecer. Adicione o amido de milho e envolva bem. Adicione o leite em fio e vá mexendo sem parar, até apresentar um creme homogéneo não muito espesso. Caso necessário ajuste a quantidade de leite. Retire do lume e reserve.

Entretanto, descasque as batatas e corte-as aos quadrados. Frite-as em óleo bem quente e deixe escorrer em papel absorvente.

Adicione o bacalhau ao creme reservado e envolva. De seguida acrescente as batatas já fritas e envolva. Tempere com um pouco de sal, pimenta e noz moscada a gosto e envolva.

Acrescente a salsa picada, envolva e transfira o preparado para um tabuleiro de ir ao forno.

Por cima, acrescente um pouco do queijo ralado.

Leve ao forno, previamente aquecido a 180º, cerca de 20 minutos, até ficar douradinho.

Sirva o bacalhau com uma salada a gosto.

IMGP6361-Bacalhau no forno-Blog.JPG

IMGP6369-Bacalhau no forno-Blog.JPG

Informação: tempo de preparação- 50 minutos; dificuldade- fácil; doses- 4.

21
Fev17

Bacalhau fresco com crosta de maionese de coentros

Margarida

IMGP5697-Bacalhau fresco-Blog.JPG

Bacalhau fresco, cortado em lombinhos, no forno com crosta de maionese caseira de coentros.

Se preferir, pode substituir o sabor de maionese, o alho será uma opção. No entanto, fica igualmente saboroso se preparado com a maionese simples, a escolha é sua. Ambas são fáceis de preparar. 

Muito simples, fácil e muito saboroso.

Bom apetite!!

IMGP5700-Bacalhau fresco-Blog.JPG

Ingredientes

1 tranche de bacalhau fresco Iglo

sal & pimenta q.b

sumo de ½ limão

azeite 3 Castelos q.b.

maionese de coentros caseira q.b.

coentros picados para guarnecer

 

Preparação

Num recipiente, tempere o bacalhau fresco com sal, pimenta e sumo de limão. Reserve alguns minutos.

Entretanto, aqueça o forno a 180ᵒ C.

Barre um pirex com azeite, coloque o bacalhau fresco e barre com a maionese de coentros caseira.

Leve ao forno durante cerca de 20-30 minutos.

Sirva com uma salada a seu gosto.

IMGP5694-Bacalhau fresco-Blog.JPG

 

IMGP5699-Bacalhau fresco-Blog.JPG

Informação: tempo de preparação- 45 minutos; dificuldade- fácil; doses- 2.

 

22
Nov16

Filetes de bacalhau fresco com molho holandês

Margarida

IMGP5377-Filestes de bacalhau fresco com molho hol

Sugestão para esta semana, uns deliciosos filetes acompanhados com molho holandês.

Optei pela tranche de bacalhau fresco, cortei-a em filetes e temperei-os à moda da minha mãe, ficam macios, saborosos e suculentos.

Ah... não se esqueça, acompanhe com este delicioso molho holandês bem quentinho. 

Bom apetite!!

IMGP5379-filetes de bacalhau fresco com molho hola

Ingredientes

1 tranche de bacalhau fresco Iglo

sumo de 1 limão

1 dente de alho

leite q.b.

1 colher (sopa) de azeite 3 Castelos

sal & pimenta q.b.

farinha q.b.

2 ovos

óleo vegetal para fritar

 

p/ molho holandês

4 gemas de ovo

50 g de água (utilizei cerveja)

130 g de manteiga

½ colher (chá) de sal

1 pitada de pimenta

sumo de ½ limão

 

Preparação do molho holandês na Bimby

No copo da Bimby, coloque todos os ingredientes e programe 4 min/ 70º/ vel 4.

Caso o molho esteja um pouco líquido, programe mais 2 min/ 70º/ vel 4.

Sirva de seguida.

 

Preparação

Deixe descongelar a tranche de bacalhau fresco. Corte a tranche em filetes e disponha-os num prato fundo. Tempere os filetes com um pouco de sumo de limão, acrescente o dente de alho descascado e cortado às rodelas, regue com um pouco de leite e um fio de azeite. Tempere com sal e pimenta a gosto.

Deixe os filetes repousarem durante 30 minutos. Este processo irá tornar os filetes mais saborosos e suculentos.

Entretanto, coloque ao lume uma frigideira com óleo, deixe aquecer.

De seguida, com a ajuda de papel de cozinha, seque bem os filetes. Passe os filetes por farinha, sacuda o excesso. Depois passe-os por ovo batido e frite-os no óleo.

Quando estiverem dourados, retire e coloque-os sobre papel absorvente.

Retire do papel e sirva-os acompanhados do molho holandês.

IMGP5383-Filetes de bacalhau fresco com molho hola

Informação: tempo de preparação- rápido; dificuldade- fácil; doses- 4.

08
Abr16

Arroz de bacalhau com tomate & pimentos

Margarida

IMGP4584-Arroz de bacalhau-Blog.JPG

Uma receita simples e agradável de preparar este arroz de bacalhau, rende sempre algumas porções a mais e fica bastante económico.

Um prato tradicional da nossa gastronomia, não fosse o bacalhau um dos peixes mais consumido no nosso país. Com ele podemos preparar imensas receitas e quando se trata de refeições familiares o bacalhau marca sempre a sua presença.

Poderia ter optado por confecioná-lo apenas com tomate, mas adicionei o pimento que lhe confere um sabor único e delicioso. Escaldei as postas de bacalhau, apenas lhe dei um "entalão" como diz a minha mãe, aproveitando assim o caldo para fazer o arroz.

IMGP4589-Arroz de bacalhau-Blog.JPG

Ingredientes

1-2 lombos de bacalhau demolhado

1 cebola

1 dente de alho

azeite q.b.

1 molho de coentros

3 tomates sem sementes

1 pimento vermelho

pimenta q.b.

açafrão q.b.

1 ½ chávena almoçadeira de arroz carolino Bom Sucesso

 

Preparação

Dê uma fervura ao bacalhau, apenas 2-3 minutos. Reserve o caldo.

Deixe arrefecer, tire a pele e as espinhas ao bacalhau e faça-o em lascas.

Num tacho, faça um refogado com um fio de azeite, a cebola e o alho picados. Deixe alourar um pouco.

Adicione o bacalhau e envolva. Acrescente os coentros picados grosseiramente, os tomates e o pimento cortados em quadrados.

Tempere com pimenta, uma pitada de açafrão, tape o tacho e deixe cozinhar um pouco.

Adicione o caldo reservado (o dobro do volume do arroz). Retifique os temperos.

Deixe levantar fervura. Adicione o arroz, mexa e deixe cozer cerca de 10-15 minutos em lume brando e com o tacho tapado. Se desejar o arroz mais malandrinho acrescente mais um pouco do caldo.

Sirva o arroz com coentros picados.

IMGP4590-Arroz de bacalhau-Blog.JPG

Informação: tempo de preparação- 45 minutos; dificuldade- fácil; doses- 4.

Receita patrocinada por: ORIVÁRZEA

logo Bom Sucesso.jpg

 

21
Fev16

Arroz de tamboril com amêijoas

Margarida

IMGP4431-Arroz de tamboril-Blog.JPG

Para este fim de semana partilhamos convosco este delicioso prato de arroz, bem ao nosso gosto, com sabores típicos portugueses.

Uma receita confecionada com o nosso genuíno arroz Carolino, sendo o tipo de arroz que melhor se adequa à nossa tradição gastronómica. Bastante utilizado e recomendado na preparação destes pratos de arroz que se pretendem bem molhadinhos.

Uma receita simples, para ser preparada com tempo e degustada com um delicioso vinho branco fresquinho.

Bom domingo com excelentes receitas!

IMGP4429-Arroz de tamboril-Blog.JPG

Ingredientes

azeite q.b

1 cebola média picada

2 dentes de alho picados

1 pimento vermelho cortado aos quadrados

½ copo de vinho branco

1 lt de caldo de peixe

2 folhas de louro

2 chávenas almoçadeiras de arroz carolino Bom Sucesso

800 g de tamboril

250 g de miolo de camarão

½ kg de amêijoas

1 piripíri seco

sal q.b.

salsa e coentros q.b.

 

Preparação

Num tacho, deite um fio de azeite e faça um refogado com a cebola e os alhos picados, deixe refogar até a cebola amolecer. Acrescente o pimento, refresque com o vinho branco e deixe refogar mais um pouco.

Adicione o caldo de peixe, em proporção o caldo deve ser um pouco mais do dobro da quantidade do arroz, para que o arroz fique com bastante caldo. Colocámos 6 chávenas almoçadeiras de caldo.

Deixe levantar fervura, adicione as folhas de louro e o arroz, deixe o arroz cozer em lume médio, cerca de 15 minutos. Quando o arroz estiver quase cozido, acrescente o tamboril, o miolo de camarão e as amêijoas, deixe cozinhar mais 6-7 minutos até que o peixe esteja cozido e as conchas das amêijoas abertas.

Tempere de sal, acrescente o piripíri e o molhinho de salsa e coentros picados.

Sirva de imediato.

IMGP4428-Arroz de tamboril-Blog.JPG

Informação: tempo de preparação- médio; dificuldade- fácil; doses- 4.

 

Receita patrocinada por: ORIVÁRZEA

logo Bom Sucesso.jpg

 

 

25
Jan16

Sopa de peixe com massa cotovelinho

Margarida

IMGP4365-Sopa de peixe com massa cotovelinho-Blog.

Sopa de peixe um prato típico da culinária portuguesa. Tão rico em ingredientes como em sabores, estes valem por si só como um simples e delicioso prato principal.

Desta vez, apenas me coube a tarefa de partilhar convosco esta receita, quanto à sua confeção coube ao nosso chefe caseiro que esteve de serviço, pois é um especialista no que diz respeito a esta iguaria.

Uma sopa reconfortante que sabe sempre bem…

IMGP4363-Sopa de peixe com massa cotovelinho-Blog.

Ingredientes

1 cabeça de garoupa

2 posta de garoupa

400 g de miolo de camarão

500 g de amêijoas

4 cebolas

4 dentes de alho

6 colheres (sopa) concentrado de tomate

1 malagueta seca

1 dl de vinho branco

½ pimento vermelho

2 folhas de louro

2 batatas grandes

2 cenouras

1 chávena almoçadeira de massa cotovelinho

1,5 dl de azeite

sal q,b,

caldo de peixe q.b.

coentros q.b.

 

Preparação

Numa panela com água, temperada de sal, coza o peixe durante 15 minutos.

Retire o peixe do caldo,  limpe-o de peles e espinhas. Reserve o peixe e o caldo para a confeção da sopa.

Entretanto, num tacho deite o azeite juntamente com as cebolas e os alhos picados, deixe refogar alguns minutos. Acrescente o concentrado de tomate e a malagueta, envolva e deixe cozinhar alguns minutos. Regue com o vinho branco e deixe evaporar ligeiramente.

Adicione ½ pimento cortado em cubos e as folhas de louro, deixe cozinhar mais uns minutos e acrescente um pouco do caldo do peixe se necessário.

De seguida, adicione as batatas e as cenouras cortadas em cubos, acrescente mais um pouco do caldo de peixe, deixe cozinhar cerca de 5-10 minutos em lume brando.

Adicione mais caldo de peixe, deixe levantar fervura e junte a massa cotovelinho, deixe cozinhar cerca de 8-10 minutos em lume brando.

A seguir, acrescente o miolo de camarão, o peixe reservado em lascas e as amêijoas, deixe cozinhar mais 5-10 minutos até as amêijoas abrirem as conchas e a sopa apurar.

Retifique os temperos e retire o louro.

Sirva a sopa polvilhada com coentros picados.

IMGP4360-Sopa de peixe com massa cotovelinho-Blog.

 

IMGP4362-Sopa de peixe com massa cotovelinho-Blog.

Informação: tempo de preparação- médio; dificuldade- fácil; doses- 6.

Fonte: receita adaptada de “Gastronomias

14
Set15

Caldeirada de chocos

Margarida

IMGP3924-cladeirada de chocos-Blog.JPG

Um prato tipicamente português e com diversas variantes. Nós por cá adoramos caldeirada, é sempre bem vinda quando se trata de um almoço de domingo partilhado e reconfortante.

Bom apetite!!

IMGP3925-Cladeirada de chocos-Blog.JPG

Ingredientes

6 chocos médios

1 mão cheia de amêijoas

6-8 batatas médias

2 cebolas médias

1 pimento verde

1 pimento vermelho

1 lata de tomate em pedaços

2 folhas de louro

2-3 dentes de alho

1 copo de azeite

1 copo de vinho branco

1 malagueta seca pequena

1 molho de salsa e coentros

colorau q.b.

sal e pimenta q.b.

 

Preparação

Escalde os chocos: numa panela, coloque os chocos, previamente limpos, adicione água até cobrir os chocos e deixe levantar fervura. Escorra os chocos, corte em tiras e reserve. Reserve um pouco da água de cozer os chocos.

Num tacho, disponha por camadas: cebola cortada às rodelas, os alhos picados, os pimentos às rodelas, o tomate, as batatas às rodelas e o choco. Tempere com sal, pimenta e colorau. Regue com um pouco da água dos chocos reservada, azeite e vinho branco.

Coloque novamente por camadas sobrepostas de cada ingrediente.

Tempere novamente, adicione mais um pouco de: água reservada, azeite e vinho branco.

Acrescente as folhas de louro e a malagueta aberta ao meio.

Leve o tacho ao lume e deixe levantar fervura. Tape o tacho e reduza o lume.

Deixe cozinhar cerca de 25-30 minutos. Quando terminar o tempo, verifique se as batatas estão cozidas e o choco deve ficar macio. Acrescente as amêijoas, previamente lavadas. Tape o tacho e deixe cozinhar mais alguns minutos, até que as amêijoas tenham aberto todas as conchas.

Sirva a caldeirada com salsa e coentros picados.

IMGP3928-Cladeirada de chocos-Blog.JPG

 

Informação: tempo de preparação- médio; dificuldade- fácil; doses- 4.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Logotipo

Blogs Portugal

Parceiros

myTaste.pt Todas as receitas estão no Petitchef

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Desafios

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017

Blogazine

Marca registada

Todos os textos e fotografias são "temperados e cozinhados" por este Blog. Caso pretenda utilizá-los, por favor, faça-lhes as devidas referências de autoria. Obrigada! Logotipo: bekinha.89@40hotmail.com

Translate my Blog