Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sabores da minha cozinha

My kitchen Blog

Sabores da minha cozinha

My kitchen Blog

Paella

IMGP4740-Paella-Blog.JPG

Hoje partilhamos convosco uma encantadora receita familiar, a nossa paella preparada pelo nosso chefe caseiro.

A paella é uma receita tradicional espanhola, muito especial e preparada em quase todas as regiões de Espanha. Esta receita deve o seu nome ao facto de ser confecionada num utensílio culinário específico, uma paellera ou paella, uma espécie de sertã bastante larga e baixa, com duas asas.

Acreditem, fica deliciosa, embora o seu processo de cozimento tenha várias fases e seja um pouco demorado. A paella tem o seu tempo de preparação e só assim se consegue um resultado saboroso, onde todos os ingredientes são carinhosamente envolvidos e cozinhados, deixando que o seu aroma e sabor enfeiticem todos os comensais presentes.

Deliciem-se com esta maravilhosa paella !

IMGP4739-Paella-Blog.JPG

Ingredientes

azeite q.b.

20-25 camarões médios com casca

150 g de lombo de porco

500 g de peito de frango

250 g de lulas (limpas e cortadas em rodelas)

2 dentes de alho picados

200 g de tomate triturado

700 ml de caldo de galinha

1 colher (sobremesa) açafrão q.b.

350 g de arroz para paella

60 g de ervilhas

300 g de amêijoas

2 pimentos vermelhos (limpos e cortados em tiras)

sal, pimenta

 

Preparação

Comece por aquecer a paella e quando estiver bem quente, verta um fio de azeite e deixe-o aquecer bem. De seguida, adicione os camarões e deixe-os cozinhar de ambos os lados, assim que mudarem de cor, retire-os e reserve num recipiente.

Entretanto, corte as carnes aos quadrados e adicione à paella aproveitando a mesma gordura onde foram cozinhados os camarões. Deixe fritar de ambos os lados, quando estiverem douradinhos, acrescente as lulas e envolva bem. De seguida, acrescente os alhos picados e o tomate triturado, deixe cozinhar mais alguns minutos, mexendo de vez em quando.

Entretanto, à parte num tacho, ferva o caldo de galinha, pois esteve deve estar bem quente.

Quando o molho de tomate tiver reduzido um pouco, acrescente o caldo de galinha de forma a cobrir bem todos os ingredientes, envolva e deixe levantar fervura.

Quando levantar fervura, adicione todos os outros ingredientes: o açafrão, a pimenta, o arroz, as ervilhas, as amêijoas e os pimentos. Verifique os temperos e se necessário retifique.

Baixe o lume e deixe a paella cozinhar cerca de 20-25 minutos.

Enfeite com os camarões reservados e sirva

IMGP4741-Paella-Blog.JPG

 

IMGP4744-Paella-Blog.JPG

Informação: tempo de preparação- longo; dificuldade- médio; doses- 6-8.

Fontereceita original

Semifrio de chocolate branco com doce de morango com hortelã

IMGP4710-Semi frio de chocolate branco com doce de

O semifrio concilia muito bem com a fruta, seja ela no formato de um delicioso doce ou no seu estado natural e fresco.

Combinei este semifrio de chocolate branco com um tradicional doce de morango com hortelã, resultando numa excelente sobremesa, bastante fresca e saborosa.

Deliciem-se com este gelado encantador.

IMGP4711-Semi frio de chocolate branco com doce de

Ingredientes

400 g de leite meio gordo

4 gemas de ovo

100 g de açúcar

50 g de açúcar baunilhado

100 g de chocolate branco picado

200 g de natas frescas

doce de morango com hortelã Quinta de Jugais

 

Preparação

Num tacho verta o leite e aqueça, sem deixar ferver.

Num recipiente e com uma vara de arames, bata as gemas com o açúcar e o açúcar baunilhado. Acrescente pouco a pouco e em fio o leite reservado, sem parar de bater até ficar bem incorporado. Transfira este preparado para o tacho. Adicione o chocolate branco, previamente picado e leve a lume brando para engrossar, sem parar de mexer.

Retire do lume e coloque o preparado num recipiente, leve ao frigorífico para arrefecer.

Entretanto, bata as natas em chantilly e adicione-as ao preparado do chocolate assim que estiver bem frio. Caso contrário, reserve as natas no frigorífico e só depois faça a mistura.

Forre uma forma de bolo inglês com película antiaderente, disponha a mistura na forma e leve ao congelador durante cerca de 6 horas.

Desenforme o semifrio para um prato de servir, sirva acompanhado com o doce de morango com hortelã e decorado com lascas de chocolate branco.

IMGP4717-Semi frio de chocolate branco com doce de

 

IMGP4718-Semi frio de chocolate branco com doce de

Informação: tempo de preparação- 40 minutos; dificuldade- fácil; doses- 4

 

 

Amêijoas à marinheira na cataplana

IMGP4706-Amêijoas à marinheira-Blog.JPG

Uma receita tradicional da região da Galiza, muito fácil de preparar e bastante saborosa.

Preparei esta receita numa cataplana, utensílio culinário típico do Algarve, deixando as amêijoas abrirem lentamente ao vapor, conferindo-lhe assim um sabor muito especial, característico e único.

Bom apetite!!

IMGP4698-Amêijoas à marinheira-Blog.JPG

Ingredientes

1 kg de amêijoas

1 cebola

1 dente de alho

1 folha de louro

azeite q.b.

2 colheres (sopa) de tomate (em lata) aos quadrados

1 colher (sobremesa) de farinha maizena

1 copo de vinho branco

pimenta preta de moinho q.b.

1 molhinho de coentros

 

Preparação

Comece por lavar muito bem as amêijoas, eliminando a areia que possa ter. Se necessário deixe as amêijoas durante algum tempo num recipiente com água e um pouco de sal.

Entretanto, descasque e corte a cebola em meias luas e o alho às fatias.

Na cataplana, verta um fio de azeite e adicione a cebola, o alho e a folha de louro, deixe a cebola amolecer um pouco. De seguida, acrescente o tomate e deixe cozinhar alguns minutos. Acrescente a farinha e envolva bem. Verta o vinho branco, misture e deixe o molho levantar fervura. Quando levantar fervura acrescente as amêijoas. Tape a cataplana e com cuidado agite. Deixe cozinhar alguns minutos até que as amêijoas abram as suas conchas.

Com cuidado, abra novamente a cataplana, verifique se todas as conchas estão abertas, tempere com um pouco de pimenta e sirva com os coentros picados.

IMGP4709-Amêijoas à marinheira-Blog.JPG

IMGP4694-Amêijoas à marinheira-Blog.JPG

Informação: tempo de preparação- 30 minutos; dificuldade- fácil; doses- 4.

Pavlova tropical

 

IMGP4674-Pavlova tropical-Blog.JPG

A pavlova é uma sobremesa elegante, suave e tão delicada como uma bailarina, daí o seu nome, homenageando a extraordinária bailarina russa Anna Pavlova.

Não podia ter sido mais apropriado o tema deste mês para o desafio Dia Um… Na Cozinha: Pavlovas. Todas elas irão desfilar elegantemente transportando consigo a delicadeza e emoção que cada mãe transmitiu na confeção da sua própria pavlova, tal e qual o amor maternal e incondicional que transmitimos a cada filho.

A pavlova é sem dúvida muito delicada e frágil, deve ficar por fora crocante e o seu interior macio. Todo o cuidado é pouco na hora de a descolarmos do papel vegetal, pois o seu exterior pode quebrar um pouco. Foi o que me aconteceu, mas nem por isso ela deixou de se erguer e acolher as natas e os frutos que aguardavam pela sua colocação. Ficaram deliciosamente aconchegados.

As mães desta família adoram frutos tropicais, pois eles transportam-nos à infância e fazem-nos viajar no tempo, foi a pensar nelas que preparei esta agradável pavlova decorada com os nossos frutos tropicais de eleição.

Não sei se já tinha partilhado convosco, adoro o mês de maio…

Feliz dia Mães!!

 

IMGP4677-Pavlova tropical-Blog.JPG

Ingredientes

4 claras de ovo

1 pitada de sal

200g de açúcar em pó

1 colher (sopa) de amido de milho

1 colher (sopa) de amêndoa em pó

1 colher (chá) de sumo de limão

1 pacote de natas (usei Longa Vida)

1 colher (sopa) de açúcar

1 manga

1 papaia

3 rodelas de ananás

morangos q.b.

physális q.b.

 

Preparação Bimby

Ligue o forno a 120º.

Forre o tabuleiro do forno com uma folha de papel vegetal e desenhe dois círculos com um diâmetro aproximadamente de 20cm (utilizei um prato de sobremesa como medida).

No copo da Bimby coloque a borboleta, adicione as claras e uma pitada de sal, programe 6 min/ vel 3 sem o copo de medida. Depois programe a vel 3 e através do bocal da tampa vá adicionando, uma colher de cada vez, o açúcar em pó.

De seguida, programe 1 min/ vel 3 e acrescente através do bocal da tampa o amido de milho, a amêndoa em pó e o sumo de limão.

Retire a borboleta e com a ajuda de uma colher de sopa espalhe o merengue sobre cada círculo de papel.

Leve o tabuleiro ao forno durante 1 hora e 15 minutos. Terminado este tempo desligue o forno e deixe os merengues arrefecerem dentro do forno.

Entretanto, bata as natas. No copo da Bimby, previamente limpo e seco, coloque a borboleta e bata as natas na vel 3 até atingirem a consistência desejada. Acrescente uma colher de sopa de açúcar.

De seguida, prepare a fruta, descascando-a e cortando-a em pequenos quadrados.

Sirva a Pavlova, colocando um disco num prato, depois cubra com as natas e por cima acrescente a fruta a seu gosto. Repita o processo sobrepondo o outro disco de merengue.

Enfeite com alguns physalis e sirva de imediato.

IMGP4678-Pavlova tropical-Blog.JPG

 

IMGP4679-Pavlova tropical-Blog.JPG

IMGP4685-Pavlova tropical-Blog.JPG

Informação: tempo de preparação- 2h15m; dificuldade- média; doses- 4

Logotipo Maio 2016 (1).jpg