Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sabores da minha cozinha

My kitchen Blog

Sabores da minha cozinha

My kitchen Blog

Molho Pesto

O molho Pesto é um molho italiano, à base de manjericão, originário de Génova, no norte de Itália. Normalmente, as folhas de manjericão são trituradas, num almofariz, primeiro com o sal e só depois se acrescentam todos os outros ingredientes secos. De seguida, vai-se acrescentado gradualmente o azeite até que o molho apresente a consistência que desejamos.

No entanto, de uma forma mais prática, optei por triturar os ingredientes no liquidificador e acrescentar gradualmente o azeite.

Um molho ótimo e sempre pronto, para usarmos em qualquer altura, guarnecendo assim as nossas receitas de pasta.

 

Ingredientes

50 g de manjericão fresco

40 g de pinhões

60 g de queijo parmesão ralado

azeite q.b.

1 dente de alho

sal e pimenta preta q.b.

 

Preparação

Limpe cuidadosamente as folhas de manjericão. Numa frigideira, torre os pinhões durante cerca de 2-3 minutos. De seguida, introduza todos os ingredientes secos no liquidificador, triture e vá acrescentando gradualmente o azeite até apresentar a consistência desejada.

Coloque o molho Pesto num frasco e mantenha-o guardado do frigorífico. {#emotions_dlg.funchal}

 

Informação: tempo de preparação- 15 minutos; dificuldade- fácil; aconselhável a crianças- sim.

Follow Friday #4

Mais uma sexta feira de "Follow Friday", um desafio do Blogs Sapo, que nos propõem destacar um blog que estejamos a seguir.

Assim sendo, nesta sexta feira, a minha escolha recai sobre o Blog Alice Alfazema, um blog simpático, agradável, interessante, que sigo com alguma regularidade. Neste blog, podemos encontrar de tudo um pouco, ou seja, deparamo-nos com pequenos "recortes do quotidiano" que por mais pequenos que sejam são sempre momentos interessantes, que fazem parte da nossa caminhada da vida e que de alguma forma nos chamam a atenção e nos despertam...

Um blog a espreitar!!

Bolo salgado de queijo de cabra e coentros

Testei esta receita, adaptei-a e ficou aprovada, muito fácil e rápida de confecionar. Embora possamos acrescentar outros ingredientes como: sobras de frango, tomates secos, fiambre, o que quisermos… Sem dúvida, uma ótima sugestão! 

 

Ingredientes (p/ 4 pessoas)

2 queijos de cabra curado pequenos

200 g de farinha

1 courgette pequena ralada

4 ovos

1 colher (chá) de fermento em pó

50 g de queijo parmesão ralado

8 colheres (sopa) de leite

8 colheres (sopa) de azeite

1 molhinho de coentros picados

6 azeitonas verdes descaroçadas q.b.

sal e pimenta q.b.

 

Preparação

Num recipiente, adicione a farinha, o fermento e os ovos, bata com a batedeira. Acrescente a courgette ralada, o queijo parmesão, as azeitonas cortadas às rodela, o leite, o azeite e os coentros, envolva bem todo o preparado e tempere com um pouco de sal (tendo em conta que os queijos já têm sal) e pimenta. Esfarele os queijos de cabra e envolva-os delicadamente no preparado. Unte uma forma, de bolo Inglês, com manteiga e polvilhe com pão ralado. Encha a forma com o preparado e leve ao forno, previamente aquecido a 180º, durante cerca de 30-40 minutos.

 

Informação: tempo de preparação- 50 minutos; dificuldade- fácil; vegetariano- sim.

Fonte: Journal des Femmes

Rolo de carne com ovos de codorniz

Uma receita simples e muito saborosa que me foi passada pela minha mãe que habitualmente recheava a carne com ovos de galinha. Adaptei-a e recheei o rolo de carne com ovos de codorniz, pois estes também lhe conferem um sabor delicioso.

Bom apetite!!!

 

Ingredientes (p/ 4 pessoas)

500 g de carne de vaca picada

1 ovo

1 colher (sopa) de farinha

1 cálice de vinho do Porto

1 cebola picada

1 tomate maduro

1 dente de alho picado

salsa q.b.

azeite q.b.

sal, pimenta e noz-moscada q.b.

manteiga e pão ralado q.b.

6 ovos de codorniz cozidos

 

Preparação

Num tacho, deite um fio de azeite e faça um refogado com a cebola e o alho. Limpe o tomate da pele e pevides, corte-o aos pedacinhos. Quando o refogado começar a alourar acrescente o tomate e a salsa picada, deixe ferver um pouco, tire do lume e reserve. De seguida, deite a carne num recipiente, acrescente o ovo, a farinha e o vinho do Porto, amasse tudo muito bem. Adicione o refogado, tempere de sal, pimenta e noz-moscada, envolva o preparado da carne muito bem. Numa forma de bolo Inglês, previamente untada com manteiga e polvilhada com pão ralado, disponha metade do preparado da carne, por cima disponha os ovos de codorniz, dois a dois, previamente cozidos e descascados. Coloque a outra parte da carne por cima, acomode-a muito bem à forma.

Tape a forma com papel de alumínio e leve ao forno, previamente aquecido a 200º, cerca de 30-40 minutos. A meio da cozedura, retire o papel de alumínio, escoa o molho que se formou para uma tigela e regue o rolo de carne com esse molho. Leve novamente ao forno, sem o papel de alumínio, para que o rolo acabe de cozer e fique dourado por cima.

Sirva cortado às fatias, acompanhado de um arroz branco e uma salada verde a gosto.

 

Informação: tempo de preparação- médio; dificuldade- fácil; vegetariano- não.

Muffins de ananás

Estes deliciosos muffins com sabor a ananás são uma boa opção para celebrarmos a chegada da primavera. Embora que ainda um pouco envergonhada, esta é a estação do ano que marca o renascer das flores, o aparecimento das borboletas, a melodia dos pássaros, onde os dias vão crescendo lentamente. O sol vai brilhando com mais intensidade, aquecendo os nossos corações e ajudando-nos a encarar a vida de uma forma mais alegre e positiva… 

 

Ingredientes (p/ 12 muffins)

200 g de farinha

150 g de açúcar

2 ovos

120 g de manteiga derretida

1 iogurte de aroma de ananás

1 colher (chá) de fermento em pó

2 rodelas de ananás ao natural

 

Preparação

Num recipiente, junte os ovos com o açúcar e bata com a batedeira. Adicione, pouco a pouco, a farinha e o fermento. Acrescente o iogurte e a manteiga. Adicione e envolva delicadamente o ananás, cortado aos pedaços. Distribua o preparado nas formas para muffins. Leve ao forno, previamente aquecido a 180º, a cozer cerca de 20-30 minutos, até ficarem douradinhos. {#emotions_dlg.vila_real}

 

Informação: tempo de preparação- 45 minutos; dificuldade- fácil; aconselhável a crianças- sim.

Batatas recheadas com queijo de ervas aromáticas

Recheei estas batatas com fiambre e queijo de ervas, com sabor a alho, que ficaram um must.  No entanto, este recheio também pode ser substituído por outros ingredientes que possamos ter em casa e que sejam ao nosso gosto, como por exemplo um queijo simples, mas que seja para barrar, combinado com um pouco de presunto picado, também combinam na perfeição. Talvez ainda experimente esta versão. 

 

Ingredientes (p/ 4 pessoas)

4 batatas médias

1 embalagem de fiambre aos quadrados

queijo de ervas (usei Rondelé com alho e ervas aromáticas)

cebolinho

sal e pimenta

 

Preparação

Numa panela, coza as batatas, com a casca, em água e sal, cerca de 25 minutos. Entretanto, corte os quadrados do fiambre em pedaços mais pequenos. Numa tigela, misture o picado do fiambre com o queijo de ervas, a quantidade que desejar, e um pouco do cebolinho picado (corte com a ajuda de uma tesoura de cozinha). Envolva tudo muito bem até ficar uma pasta. Quando as batatas estiverem cozidas, escorra-as e deixe-as arrefecer. Quando conseguir trabalhar com elas, tire em cada batata uma tampa, com a ajuda de uma faca, e escave-a um pouco de forma a poder recheá-las.

Encha cada batata com o recheio do queijo e salpique com um pouco de cebolinho picado.

Tempere com pimenta, moída no momento, e sirva. {#emotions_dlg.santarem}

 

 

 

Informação: tempo de preparação- rápido; dificuldade- fácil; vegetariano- não.

Um poema para o Pai

A conversa do pai

 

Quero
se ainda o meu querer te diz respeito
quero em ti a insurgência contra a crueldade
e aquela, a dos deuses que te obrigam...
às mãos limpas
a desenhar torres no oceano.
Responde-lhes
com o teu corpo treinado na selva
para onde eu te levava
em menino.

Lembra-te
tu eras o silêncio
o espaço todo
o anjo da aventura
a resposta à pergunta.
Lembra-te
que o que foi
continua sendo
o veneno
a noite
o domingo.

Procura a luz
a luz do sol
que vais distribuir
por todos
todos os homens da terra
que lutam
contra bruxas
contra adivinhos.

Não te importes
com coisas que subam
o que está na bolsa
o que passa na tv
os umbigos
isso a que os deuses
dão alento.

Seja
a tua raiva
tão forte como
o meu amor
por ti.

        Carlos Castilho Pais

 

Sopa creme de brócolos

As sopas são simples e rápidas de confecionar e geralmente de baixo custo, normalmente, tanto as sopas como os caldos, são uma referência na nossa cultura gastronómica. Quando incluímos sopas na nossa refeição, segundo os nutricionistas, estamos a ingerir vegetais que se consideram indispensáveis para uma alimentação mais saudável e equilibrada.

Para incentivar o consumo das sopas a APN disponibilizou um guia on-line sobre sopas que partilhei da Sapo Sabores e que aqui partilho convosco.

Assim, em nome das sopas, que eu adoro, aqui fica este delicioso creme de brócolos. 

 

Ingredientes (p / 4 pessoas)

2 molhos de brócolos

1 cebola média

2 dentes de alho

1 courgette

azeite q.b.

sal e pimenta q.b.

água q.b.

 

Preparação

Numa panela, deite um fio de azeite e acrescente a cebola e os alhos às rodelas. Deixe alourar até a cebola ficar amolecida. Adicione a courgette cortada, com casca, às rodelas finas, tempere de sal e deixe refogar mais uns minutos. Separe o talo dos brócolos da parte verde e corte-o aos pedaços, acrescente aos outros legumes e deixe refogar em lume brando cerca de 4-5 minutos. Cubra os legumes com água quente, deixe levantar fervura e acrescente os brócolos. Deixe cozer mais uns 10 minutos. Entretanto, num tacho com água a ferver, coza alguns brócolos, sem os talos, durante 2 minutos, para utilizar como guarnição na sopa.

Depois dos legumes cozidos, retire o tacho do lume e com a ajuda da varinha mágica ou um liquidificador triture a sopa até ficar um creme homogéneo.

Num prato de servir, introduza a sopa, por cima as flores dos brócolos que se cozeu à parte e um fio de azeite.

 

 

"A sopa apresenta um elevado valor nutricional, pela sua riqueza em nutrientes, e um baixo valor calórico".

 

Informação: tempo de preparação- rápida; dificuldade- fácil: aconselhável a crianças- sim.

 

Fontes: APN-Associação Portuguesa de Nutricionistas

 

Coelho à Padeiro

O coelho assado no forno é ótimo para ser servido num almoço de domingo, uma vez que o seu tempo de confeção é um pouco demorado. Ideal seria temperá-lo de véspera porque desta forma ficaria mais saboroso. É o que tento fazer sempre que decido servi-lo no almoço de domingo. Esta receita é bastante comum nas cozinhas portuguesas, pois ela faz parte da gastronomia portuguesa. Uma receita do Chefe Silva, que me habituei a ver a minha mãe preparar, desde a rigorosa limpeza que fazia ao coelho até à marinada com que o temperava, tudo isto feito sempre de véspera, pois só assim o coelho ficava saboroso, dizia a minha mãe. Quanto ao assado, esse só era feito no próprio dia e logo pela manhã conseguiamos identificar o seu aroma que começava lentamente a invadir a casa, pois era o dia do "assado de domingo". 

A todos, um excelente domingo! 

 

Ingredientes (p/ 4 pessoas)

1 coelho (cortado aos pedaços)

3 dentes de alho

2 folhas de louro

salsa q.b.

1 dl de vinho branco

sal e pimenta q.b. (usei piripiri)

colorau q.b.

azeite q.b.

1 embalagem de batatas frescas primor

2 cebolas médias

3 fatias de toucinho fumado

 

Preparação

Num recipiente, introduza o coelho e faça uma marinada com os alhos esborrachados, as folhas de louro, sal, pimenta, colorau e o vinho branco. Deixe o coelho marinar por uma hora. Se preferir pode deixá-lo nesta marinada de um dia para o outro, fica mais saboroso. Entretanto, numa taça deite as batatas cortadas ao meio e as cebolas cortadas aos gomos, tempere-as com sal, pimenta e um fio de azeite.

Num tabuleiro de ir ao forno, coloque o coelho, em volta disponha as batatas e as cebolas temperadas, deite a marinada por cima, regue com um fio de azeite e disponha por cima as fatias do toucinho fumado.

Leve ao forno, previamente aquecido a 230º, a assar cerca de 1 hora, de vez em quando vá regando o coelho com o próprio molho.

Depois de assado, sirva o coelho polvilhado com um pouco de salsa picada a gosto. {#emotions_dlg.blink}

 

Informação: tempo de preparação- longo; dificuldade- fácil; vegetariano- não.

 

Fonte: Chefe António Silva; Teleculinária-2º volume; nº 78.

Tarte folhada de cenoura e frango

Os dias passam a correr e por vezes o tempo é escasso, eu diria que às vezes o dia poderia ter mais que 24 horas, com tantas coisas que precisamos fazer. Assim, para estes dias mais complicados, deixo-vos aqui esta receita bastante simples e rápida de confecionar. Introduzi frango porque tinha um peito de frango grelhado que havia sobrado de uma outra refeição, mas podemos sempre utilizar outro ingrediente à nossa escolha ou então confecioná-la somente com cenoura. Se for esse o caso, acrescente mais uma ou duas cenouras, talvez fique melhor (dica para os meus amigos vegetarianos). 

 

Ingredientes

3 cenouras

peito de frango desfiado

1 cebola

2 dentes de alho

1 base de massa folhada para tarte

2 ovos

1 colher (sopa) de crème fraîche

azeite q.b.

pimenta q.b.

sal q.b.

 

Preparação

Descasque e rale as cenouras. Num tacho, deite um fio de azeite e refogue a cebola picada, o alho picado e as cenouras. Acrescente o frango desfiado, envolva e deixe cozinhar 2-3 minutos, em lume brando. Numa tigela, bata os ovos com o crème fraîche, acrescente o preparado das cenouras refogadas e tempere de sal e pimenta. Envolva muito bem todo o preparado.

Entretanto, estenda a massa numa forma de tarde, de acordo com as informações da embalagem, preencha com o recheio e leve ao forno, previamente aquecido a 200º, cerca de 30 minutos, até a tarte dourar.

Sirva acompanhado de uma salada a gosto. {#emotions_dlg.evora}

 

Informação: tempo de prepração- 40 minutos, dificuldade- fácil; aconselhável a crianças- sim.

Pág. 1/2